ADITIVO DO CONTRATO DO PRONTO SOCORRO

Vereador Roderley Miotto

Nas últimas semanas vem sendo debatido na Câmara de Vereadores de Pindamonhangaba a situação do Pronto Socorro Municipal. 

Tal situação decorre do fato de que o contrato existente entre a municipalidade e a ABBC (atual gestora do Pronto Socorro) havia expirado e o contrato teve de ser aditivado. Porém, a prefeitura já havia aberto um Chamamento Público com objetivo de firmar um novo convênio para a gestão do PS, mas o mesmo ainda não foi finalizado por conta que algumas entidade participantes entraram com recurso o que fez atrasar a conclusão do certame.

Em contato com o vereador Roderley Miotto (Presidente da Comissão de Saúde da Câmara) o mesmo confirmou estar preocupado com tal situação. O mesmo disse que as informações que chegaram na Câmara de vereadores e que foram objeto de requerimentos da casa, tratam que ocorreram algumas falhas no certame e o que fez com que atrasasse a sua conclusão e que uma nova entidade assumisse o serviço.


"Estamos preocupados com essa situação. Ocorreu um aditivo por mais dois meses com valor maior do que era pactuado. Já questionamos a prefeitura sobre essa situação e também sobre eventuais dívidas com a ABBC. Estamos aguardando respostas. A minha preocupação é que o atendimento continue sendo feito e a população seja tratada com dignidade", disse o vereador Roderley Mitto. 

#OJORNALGRANDEVALE

Comentários

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *