Satélite brasileiro será lançado na madrugada deste domingo

Construções irregulares serão notificadas com cobrança de IPTU complementar

Construções irregulares serão notificadas com cobrança de IPTU complementar

Os imóveis que ampliaram as residências e não avisaram a administração municipal vão receber uma notificação e um novo carnê com a cobrança de IPTU complementar referente a 2017.
Para o diretor de Receitas e Fiscalização Fazendária, Vicente Corrêa da Silva, esta é uma oportunidade para os proprietários de imóveis que fizeram reformas e ampliações, e não regularizaram a construção junto à Prefeitura.  A Prefeitura vai dar a oportunidade de pagamento com desconto de 10% para o pagamento a vista ou parcelamento de até 5 vezes com 2% de desconto no valor complementar.
“Sempre que o morador realizar modificações nas construções deve procurar o Departamento de Planejamento da Prefeitura para regularização da construção”, explica Vicente.
A cobrança do IPTU complementar refere-se à diferença de áreas edificadas e não declaradas pelo contribuinte. O lançamento do imposto complementar é realizado quando fica constatada esta diferença através de imagens feitas por satélite. O morador irá receber junto com a notificação uma foto aérea do imóvel.
Para contestação é necessários agendar horário no site www.pindamonhangaba.sp.gov.br. Basta clicar em Acesso Rápido, opção IPTU complementar, fazer o login com os dados especificados em Login Imóvel e Senha Imóvel, e escolher a opção Agendamento.  
Os documentos exigidos para atendimento são: RG e CPF do proprietário e ou compromissário; Se cônjuge, apresentar certidão de casamento; Escritura ou comprovante de compra e venda; No caso de o requerente não ser o proprietário e ou compromissário, nem estar em situação de cônjuge, apresentar procuração, RG e CPF; e no caso de mais de um proprietário, deverão ser apresentados os documentos de todos.
As notificações com cobrança extra do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) começam a ser entregues no mês de agosto. Aproximadamente 19 mil imóveis terão a oportunidade de regularizar suas construções. 

por Redação

#OJORNALGRANDEVALE


Publicidade

Comentários