Participação em trabalhos sociais no Haiti gera homenagem ao Cavex

O Cavex (Comando de Aviação do Exército) recebeu moção de aplauso da Câmara de Taubaté na 35ª sessão, 23, pela participação na Missão de Paz das Nações Unidas no Haiti. A homenagem foi entregue pelo vereador Boanerge (PTB). A Missão das Nações Unidas para a estabilização no Haiti, também conhecida como Missão de Paz, foi criada pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas em 30 de abril de 2004, por meio de resolução nº 1.542, para restaurar a ordem no país, após um período de insurgência e a deposição do presidente Jean-Bertrand Aristide.
O Brasil assumiu o cargo de coordenação da recém-formada missão sob o comando do general-de-divisão brasileiro Augusto Heleno Ribeiro Pereira. Com o passar dos anos, o Brasil teve a frente da Missão, no comando das Forças Armadas, com mais oito generais e finalizou sua presença na missão com o general Ajax Porto Pinheiro. Desde que a Missão começou em junho de 2004, 38 integrantes brasileiros morreram. 
O Conselho de Segurança das Nações Unidas decidiu pela extinção da missão em 13 de abril de 2017, num processo gradual de remoção até o esvaziamento do contingente militar previsto para o fim de outubro de 2017. O Brasil encerrou oficialmente, no dia 31 de agosto, a presença na Missão. 
O Cavex, com sede em Taubaté, participou da Missão de Paz e alcançou os objetivos, além de representarem o país de forma brilhante. O major Luiz Henrique da Cruz explicou sobre os trabalhos realizados pelo Exército durante a missão e agradeceu a homenagem. “Os militares do Brasil tiveram presentes em grandes catástrofes no Haiti, como terremotos e furacões”, disse.

#OJORNALGRANDEVALE

Comentários

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *