Curso de cozinheiro do Fundo Social insere alunos no mercado de trabalho

O Curso Profissionalizante de Cozinheiro Básico, realizado pelo Fundo Social de Solidariedade, entregou, nesta terça-feira (12), o certificado de conclusão para 21 alunos. Deste total, mais da metade dos formandos (11) fecharam o curso já empregados no setor.
As aulas aconteceram no prédio do setor de Alimentação Escolar da Prefeitura. A carga horária foi de 300 horas e o curso foi ministrado pela chefe de cozinha Gabriela Gasparin.  
Para a presidente do Fundo Social, Cláudia Domingues, o que resultou no sucesso do curso foi a parceria com a iniciativa privada. “Tivemos parceiros muito importantes que puderam contribuir durante as aulas, com visitas técnicas e no fornecimento de produtos. E este contato direto possibilitou aos que se destacaram já serem chamados para trabalhar ou estagiar dentro das próprias empresas", destacou.
A chef Gabriela Gasparin explicou que no curso de cozinha básica, os alunos tiveram contato com um pouco de tudo de um funcionamento de uma cozinha. “Eles aprenderam desde a preparação dos alimentos, cortes de legumes, cortes de carnes, higiene, panificação, confeitaria até noções de empreendedorismo”, lembra Gabriela.  
Durante a cerimônia, a chef Gabriela explicou aos formandos e familiares que a cidade de Pindamonhangaba é uma das pioneiras no Vale do Paraíba a oferecer um curso neste nível profissional. “ Um curso completo de formação básica como este só acontece no Senac de Campos do Jordão. Este é também um dos motivos do interesse das empresas em contratarem os alunos", revelou.  
Os principais parceiros envolvidos com o curso foram o Arroz Ruzene, o Colonial Plaza Hotel, a loja Granel e o restaurante Shazzan.

Para o ano de 2018, estão previstas novas turmas que serão formadas seguindo a ordem do cadastro de reservas realizado este ano, que conta com 200 pessoas interessadas. 

por Carla Tavares -mtb.7244/SP

#OJORNALGRANDEVALE

Comentários

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *