Pinda alerta população de que queimada é crime ambiental.


Com a chegada da estação outono/inverno, a incidência de ar seco e a falta de chuva, o acúmulo de poluição aumenta e torna as queimadas mais propensas, trazendo uma série de problemas ambientais. A Prefeitura de Pindamonhangaba, por meio da Secretaria do Meio Ambiente, iniciou, neste mês de maio, a Campanha de Prevenção e Combate às Queimadas, que tem como objetivo realizar educação ambiental junto à população e reduzir o número de ocorrências no município.
A campanha será realizada com a distribuição de panfletos nos bairros de maior incidência, divulgação de material nas redes sociais e entrevistas de conscientização nos meios de comunicação local.
O objetivo é convidar a população do município a não usar o fogo para a queima de lixos, conscientizando a todos que a prática é perigosa e pode causar prejuízo à natureza e doenças às pessoas, como: infecção do sistema respiratório, asma e bronquite; irritação nos olhos, nariz e garganta; tosse; falta de ar; vermelhão e alergia na pele; conjuntivite e desordem cardiovasculares.
Denúncia - A prática da queimada é considerada um crime ambiental conforme lei 9.605/98. Para os infratores, vale o alerta de que poderão penalizados com multa. A Prefeitura está disponibilizando o aplicativo da Ouvidoria e a linha 153 para receber denúncias de munícipes que executam a prática criminosa, podendo ser feita denúncia anônima com envio de fotografias. Ao presenciar uma queimada, o cidadão deve ligar para o telefone 193 (Corpo de Bombeiros).
A Secretaria de Meio Ambiente poderá realizar futuramente, após o término da pandemia do covid-19, palestras educativas nas escolas públicas. “Nós temos que atuar próximo às comunidades, unir esforços para mudar esse comportamento e pensamento que muitos ainda têm em que atear fogo é uma forma de limpar uma área. Estamos conclamando os cidadãos de bem no enfrentamento aos incêndios urbanos e intensificar a fiscalização”, afirmou a secretária de Meio Ambiente Maria Eduarda San Martin.
“Como médico, posso atestar que as queimadas trazem grandes prejuízos à saúde, entre eles destacamos os problemas respiratórios. As maiores vítimas são as crianças e idosos que irão recorrer aos atendimentos públicos em nosso Pronto-ocorro e UPAs”, afirmou o prefeito Isael Domingues.
Outra questão que a campanha irá conscientizar é de que as queimadas sobrecarregam demais o atendimento do Corpo de Bombeiros, mobilizando viaturas para atender esses casos. “Diminuindo as queimadas podemos deixar nossos bombeiros concentrados para atuar nas ocorrências que salvam vidas”, explicou o secretário de Segurança José Sodário Viana.


Fonte:Prefeitura Municipal de Pindamonhangaba 


#Todoscontracoronavirus 
#juntosvamosvencerojornalgrandevale 

Comentários

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *