Mudanças incluem aumento de validade e do limite de pontos na CNH

Por *Programa de castração de animais inicia inscrições para Liberdade, Vila São Benedito, Vila São José, Ipê I e II, César Parque e CDHU*


O programa de castrações executado pelo Centro de Proteção e Atendimento Animal (Cepatas) da Prefeitura de Pindamonhangaba inicia, segunda-feira (19), as inscrições para os bairros: Liberdade, Vila São Benedito, Vila São José, Ipê I, Ipê II, César Parque e CDHU. Nesta sexta-feira (16) encerram as inscrições para Castolira, Vila São Paulo, Morumbi e Parque das Palmeiras. 

O cadastro deve ser feito na plataforma 1Doc  https://pindamonhangaba.1doc.com.br/atendimento, clicando em protocolo e escolhendo a opção castração. Para cada etapa, tanto a da região do Castolira, quanto a etapa que começa segunda-feira, na região do Liberdade, estão sendo ofertadas 100 vagas, preferencialmente para cadelas.

O solicitante deverá preencher a ficha de inscrição, anexar cópias de RG, CPF, comprovante de endereço atualizado e Cadastro Único. A inscrição só será concluída após anexar todos os documentos, pois foram colocados como itens obrigatórios. Dados sobre o animal também deverão ser informados durante o ato.

Serão atendidos até dois animais por residência. Após a inscrição, a equipe do Cepatas vai entrar em contato com o tutor do animal (por meio do telefone de contato que ele deixou no ato da inscrição), informando dia, horário e cuidados pré-cirúrgicos.

As castrações para cães e gatos realizadas pela Prefeitura acontecem por região específica a cada mês. Até o final do ano a expectativa é realizar a castração de mil animais em todo o município. O programa já beneficiou a região do Ribeirão Grande, Goiabal e Bem Viver, evitando crias indesejáveis e aumento do abandono.    

Segurança

Todos os animais castrados pelo programa da Prefeitura receberão um microcircuito eletrônico, de tamanho aproximado a um grão de arroz, sendo assim possível implantá-lo sob a pele. O microchip para animais contém um código exclusivo e inalterável que transmite informações específicas.

“Isso significa que os animais serão monitorados por uma plataforma. É como se fosse um ‘GPS dos cachorros’, em que o microchip está atrelado ao CPF do tutor. A Prefeitura tem condições de monitorar esse animal: se ele se perder, teremos mais chances de localizá-lo ou, se por alguma razão esse animal sofreu maus tratos ou foi abandonado, nós também vamos localizar o tutor responsável”, explicou a veterinária Fernanda Mussi.

De acordo com a veterinária Marcela Cristoff, a castração previne doenças, diminui a agitação, reduz a agressividade, acaba com cios e gestações indesejadas e prolonga a vida. “Mesmo que o animal não saia pra rua e só fique dentro de casa, a castração faz um bem enorme para a saúde dele”, garantiu. Municipal de Pindamonhangaba 


#compartilhem

#ojornalgrandevale 


Comentários